segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Eclesiastes 9:8-11 A excelência da vida cristã!

Salomão aconselha aos seus leitores a terem uma vida de santidade: "Em todo tempo sejam alvas as tuas vestes, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça" (Ec 9:8). O óleo refere-se à luz: "Porque a coroa do óleo da unção de seu Deus está sobre ele" (Lv 21:12). A luz que brilha da face de um cristão não deve ser obscurecida pelo pecado, prejudicando a sua comunhão com Deus.
"Vestes brancas e óleo sobre a cabeça são sinais de alegria e refere-se à vida santificada. Apocalipse 3:5 diz: "O que vencer será vestido de vestes brancas". Isto fala do revestimento espiritual que Deus dará aos que, fiel e puramente, se mantêm livres da contaminação do mundo (Is 1:8).
Sendo santo em sua natureza essencial, Deus espera que seus filhos também sejam santos (1ª Pe 1:15,16). Em Cristo está nossa sabedoria, justiça, santificação e redenção (1ª Co 1:30). Segundo o apóstolo Paulo, a santidade pode e deve ser aperfeiçoada: "Purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne, como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus (2ª Co 7:1). Os crentes são "raça eleita, sacerdócio real e nação santa" (2ª Pe 2:9).
Muitos pensam que santidade é sinônimo de severidade, no entanto Deus não proíbe alegrias e prazeres, desde que esses não os impeçam de serví-lo com integridade. Salomão atestou este fato ao dizer: "Alegra-te, jovem, na tua juventude, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade; anda pelos caminhos que satisfazem ao teu coração e agradam aos teus olhos; sabe, porém, que de todas essas coisas Deus te pedirá contas" (Ec 11:9). Deus requer apenas que desfrutemos do prazer e da alegria com responsabilidade e santo temor (Hb 12:28).
Paulo enfatiza o caráter tríplice da santificação ao escrever: "O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda do nosso Senhor Jesus Cristo" (1ª Ts 5:23). A santificação será terminada nos remidos, envolvendo-lhes o corpo, a alma e o espírito, ou seja, o homem inteiro.
Nada existe no homem que possa escapar ao poder santificador de Deus.
O tempo e a sorte lembram que todas as circunstâncias da vida estão nas mãos de Deus. As questões e a duração da vida são também altamente imprevisíveis. Ninguém pode garantir seu sucesso ou antever como Deus o tratará. Salomão descreve as pessoas como vítimas de um destino inescrutável. Não obstante, o crente compreende que Deus ordena os acontecimentos de acordo com sua vontade soberana.
Em Cristo,

               Tarcísio Costa de Lima

2 comentários:

Lilhan Sgrignoli disse...

quando li este capitulo, fiquei um pouco desanimada e confusa por isso vim buscar na net alguem que explicasse o que Salomão queria com o texto. Sua explicação foi esclarecedora. Obrigada

Junio Seixas disse...

Mas acredito que o óleo ungido também representa o Espírito Santo mesmo por que Jesus disse que o óleo é para curar enfermo e no antigo testamento eles usavam azeites que também representa o óleo